Fale conosco

euatvi

EUA em choque após massacre racista em Buffalo

O massacre que deixou dez afro-americanos mortos no sábado em Buffalo (nordeste), em um fim de semana fortemente sacudido pela violência, impacta os Estados Unidos, onde democratas pedem uma harmonização da legislação dos estados para aquisição de armas. 

O presidente americano, Joe Biden, pretende visitar na terça-feira Buffalo, segunda cidade mais populosa do estado de Nova York, na fronteira com o Canadá, onde o jovem de 18 anos Payton S. Gendron executou um dos piores massacres racistas dos últimos anos. 

Detido após ameaçar se suicidar, o jovem tinha evocado a “possibilidade de ir para outro grande estabelecimento comercial” e prosseguir com sua loucura assassina, declarou nesta segunda-feira à CNN o comissário local Joseph A. Gramaglia. 

No total, dez pessoas – com idades entre 32 e 86 anos – morreram e outras três ficaram feridas em um supermercado de um bairro de maioria negra em um fim de semana marcado pela violência.

Veja Mais

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Estamos ao vivo agora venha conferir nosso conteúdo

TVI NEWS